Estratégias de marketing digital para conteúdos e anúncios


Posted by: admin on 21 de maio de 2019 | No comments

Hoje em dia, não existe mais a opção: “não vou trabalhar com nenhuma estratégia de marketing digital”. Até por que: qual empresa sobrevive sem ações em canais de comunicação digital? Portanto, você precisa encarar o seu marketing com o viés digital.

Caso contrário, verá o seu negócio falir em pouco tempo. E, justamente por se tratar de algo imprescindível, o marketing digital se tornou trabalhoso. É preciso se esforçar para que a sua marca esteja bem posicionada tanto nos meios orgânicos (Google, Bing etc.) quanto nas mídias pagas (Compra de palavras-chave, Social Ads, Retargeting, Display, Native Ads etc.).

Para começar, pense na estratégia de forma simplificada, porém ampla. Na prática, isso que você deve dividir suas ações em:

  • Conteúdos
  • Anúncios

Tudo o que você puder fazer para informar a sua persona e envolvê-la na sua na jornada de compra, invista em conteúdos próprios. Sempre utilizando técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para ser encontrado facilmente nos sistemas de buscas (principalmente o Google).

Não se esqueça de promover a sua marca – e os seus materiais informativos – por meio de anúncios. Todas as ações podem estar integradas, criando campanhas de longo prazo (atualizando as palavras-chave e os sites) ou fazendo ações pontuais com objetivo comercial específico daquele momento (lançamento de produtos, ofertas, descontos, promoções relâmpagos etc.).

A seguir, veja algumas dicas para alavancar seus resultados explorando ao máximo os seus canais de conteúdo e mídia paga.

Canais de conteúdo no marketing digital

Existem inúmeras opções de se trabalhar os seus conteúdos na internet. O mais legal que pode ser barato. Mas, como dissemos anteriormente, precisa ser planejado. Não adianta produzir muito conteúdo sem uma meta clara para o seu negócio.

Separamos alguns canais digitais que você trabalhar o seu conteúdo. Confira!

Website

Um website é a principal apresentação da sua marca e identidade na web. Se você não prestar atenção nisso, pode ter certeza que o concorrente está fazendo. Faça o trabalho de casa, construa uma bela página inicial (home-page), boas páginas institucionais (quem somos, o que fazemos, nossos produtos e serviços, nossa equipe etc.), um blog (ver tópico seguinte), formulário e canais de contatos, entre outros. Não se esqueça de fazer uma versão específica para celular (mobile site) pois as consultas são maiores por esse meio.

Dica de leitura: Passo a passo para criar seu próprio site sem ajuda de um especialista

Blog

O blog é o principal meio para informar o seu público-alvo. Nele, você pode trazer as últimas informações, explicar detalhes de produtos e serviços, criar passo a passo, publicar materiais mais detalhadas, entre outras opções. Sem contar que é um canal interativo e aproxima o leitor da marca. A atualização constante do blog ajuda no melhor posicionamento nas buscas orgânicas do Google.

E-mail

Outro canal fácil de se trabalhar é o disparo de e-mails para a sua base de contatos. O objetivo é trazer sempre informações relevantes e não explorar muito (e forçar a barra) vendendo o tempo todo. Os formatos que se pode trabalhar são: e-mail marketing, newsletter, clipping de notícias, entre outros.

Redes Sociais

Uma maneira fácil de se aproximar daqueles que se interessam pela sua marca é a utilização das redes sociais. Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, YouTube e muito mais opções estão disponíveis para divulgações. Crie comunicações simples e coloquiais e responda a todas as interações. Em pouco tempo, sua empresa estará colhendo os frutos desses novos meios de comunicação.

Canais de mídias pagas para marketing digital

O que diferencia a mídia paga dos canais de conteúdos – todos eles são meios acessados via web – é justamente a possibilidade de se pagar para atingir os seus consumidores. Na internet, as técnicas são diferentes dos meios tradicionais de publicidade. E, por isso mesmo, são boas fontes de geração de negócios. É preciso saber quando e onde investir.

Saiba algumas possibilidades de se trabalhar com mídias pagas.

Sistema de Busca – Pesquisa

Principalmente no Google – onde concentra mais de 90% das buscas – você pode comprar palavras-chave para aparecer os seus anúncios naquelas palavras que têm mais relevância para as suas ações publicitárias.

Rede de Display Google Ads

O Google, por meio da sua plataforma de anúncios, possibilita que sua publicidade aparece em milhões de websites no mundo todo. Chamado de Displays, essa opção de mídia paga é possível configurar pelo software do Google Ads (antigo Google Adwords).

Retargeting

Através de ações em websites similares e marcas complementares à sua marca, você consegue atingir o seu público em compra de anúncios em canais que tenha bem rastreado esse tipo de perfil. Essa é uma técnica muito utilizada pelos profissionais especializados na compra de mídia.

Remarketing

Já o remarketing é uma maneira de rastrear o seu potencial consumidor. Sabe quando você entra em um website e, mesmo sem deixar nenhuma informação, o anúncio daquela loja ou empresa continua aparecendo nos espaços publicitários de outros websites? Então, acontece devido à marca ter ‘captado’ sua navegação e continua tentando lhe vender.

Social Ads

Todas as mais populares redes sociais disponibilizam, atualmente, opções para anunciar. Facebook Ads, Instagram Ads, YouTube Ads, Linkedin Ads e Twitter Ads, todas podem permitem criar campanhas e, ainda, facilitam com dicas e direcionamentos para atingir o seu target.

Mais informações

Curtiu as dicas acima? É só o começo do nosso blog, vamos disponibilizar muito mais informações, dicas e materiais ricos para lhe ajudar na estratégia de marketing digital.


Deixe seu comentário

Recomendar
6
Tweet
Compartilhar
Ordenar por Mais votados