base de leads

Reativação de base de leads: saiba como fazer


Posted by: Alexandre on 15 de abril de 2020 | No comments

Você tem contatos inativos que nunca respondem e-mails e nem interagem com a empresa? Mude agora a situação da sua base de leads com as dicas deste artigo!

Você tem uma base de leads que não converte? Vários dos seus contatos parecem fantasmas que nunca interagem com a marca e nem respondem às suas campanhas de marketing? Bem, essas são situações que ninguém gosta de enfrentar, mas acontecem com frequência em diversas empresas e agências.

Tendo isso em mente, você precisa trabalhar para reativar a sua base de contatos congelados, criando estratégias de atração dentro do seu próprio arquivo. E é isso que vamos ajudá-lo a fazer no post de hoje. Siga acompanhando e confira dicas incríveis de  como reativar a base de leads.

Identifique o tipo da sua base de leads

Seus leads são orgânicos ou comprados? Essa é a primeira pergunta que você precisa se fazer. O motivo é que, dependendo da resposta, as estratégias de reativação serão diferentes.

Aquela pessoa que veio por meio do tráfego natural já teve um contato prévio com a empresa na qual você atua. Ela pode, inclusive, ter percorrido alguns passos dentro da jornada de compras e já estar familiarizada com o seu produto.

Em contrapartida, ao adquirir uma base de e-mails, por exemplo, você estará lidando com pessoas diversas, que podem nunca ter ouvido falar do seu negócio. Dessa maneira, é necessário fazer uma “apresentação”, que pode ocorrer por meio de banners de propaganda em sites ou nas redes sociais.

O objetivo com os leads não-orgânicos é fazer com que eles se inscrevam, desta vez de forma voluntária, na base de contatos da empresa.

Avalie o perfil dos leads e segmente-os

Para reativar a sua base de leads, você precisa chamar a atenção dessas pessoas. Isso significa que conteúdos genéricos vão continuar sendo ignorados dentro da caixa de e-mail, pois não agregam nada de novo.  

Dessa maneira, é necessário segmentar seu público para atingi-lo de forma mais certeira. Então, descubra:

·       qual o nível de contato prévio que cada participante tem com a empresa;

·       qual o melhor período do dia para receberem os e-mails;

·       quais as plataformas que mais acessam.

Depois, agrupe os indivíduos com características em comum e faça um contato mais direcionado.

Produza conteúdos que despertem o interesse dessas pessoas

Talvez o conteúdo que você esteja enviando para sua base de leads não apresente informações novas ou relevantes. Pode ser que o material seja muito agressivo em termos de promoção ou não crie uma conexão com o leitor.

Portanto, a regra para reativar seus contatos é oferecer conteúdos que gerem impacto. Que os façam parar na correria diária para aprender algo novo ou descobrir uma oportunidade incrível. Para fazer isso, realize testes e siga os passos apresentados anteriormente.

Reenvie e-mails para a sua base de leads

Quando você disparar um e-mail, observe quais foram os contatos que não abriram a mensagem. Selecione essas pessoas e programe um novo envio para elas dentro de poucos dias. O conteúdo comunicado deve ser o mesmo, mas é importante mudar o título, tornando-o mais atrativo.

Esse reenvio tem o objetivo de chamar mais uma vez a atenção do lead. Afinal, há diversos motivos que pode tê-lo feito não abrir o primeiro e-mail. Isso inclui falta de tempo, horário ruim no momento em que a mensagem chegou, título desinteressante, filtro de spam, entre outras razões.

Crie um relacionamento com o seu público

Uma empresa que se relaciona com o público gera fidelização e engajamento. Dessa maneira, você deve se preocupar não apenas com o momento da venda. Foque em todo o processo de contato com a sua base de leads.

Assim:

·       ofereça conteúdos relevantes, como já mencionamos;

·       responda as dúvidas das pessoas;

·       saiba lidar com críticas;

·       faça promoções que chamem a atenção do lead;

·       crie ações que despertem curiosidade;

·       faça perguntas ao seu público para conhecê-lo melhor.

Tenha atenção com problemas de hard bounce e soft bounce

Hard bounce e soft bounce são problemas técnicos relacionados ao envio e recebimento de e-emails. O primeiro está ligado a erros permanentes, como endereço de e-mail inexistente ou escrito da forma errada e servidor incorreto. O soft bounce aparece quando a caixa de entrada do lead está cheia ou o servidor está fora do ar.

Caso você encontre esses erros em sua base de contatos é preciso reorganizar a lista. Primeiro, exclua todos aqueles que se enquadram nos problemas do tipo “hard”, pois não há mais como manter contato com esses possíveis clientes.

Em relação aos endereços que deram o erro “soft”, vale a pena reenviar o e-mail algum tempo depois da primeira tentativa. Afinal, os problemas podem ter sido resolvidos nesse meio tempo.

Alterne a forma de contato com sua base de leads

Não fique preso apenas ao uso do e-mail na hora de contatar seus leads. Tente mandar mensagens por outras vias de acesso, como as redes sociais, o Telegram ou até mesmo o WhatsApp. Isso faz com que você crie estratégias diferentes e descubra a melhor maneira de chamar a atenção do público.

Também é interessante mudar o servidor ou o endereço de e-mail pelo qual seu conteúdo é disparado. Isso evita que uma mensagem vá parar sempre na caixa de spam, por exemplo, e, dessa maneira, acabe nunca sendo aberta.   

Diante de tudo o que apresentamos, fica claro que reativar uma base de leads não é assim tão simples. Esse processo exige paciência e muita estratégia. Com as dicas listadas ao longo do post, no entanto, será possível fazer isso com mais facilidade.

Caso tenha mais alguma dúvida sobre base de leads ou queira sugerir algum conteúdo relacionado ao tema, deixe seus comentários aqui embaixo.


Deixe seu comentário

Recomendar
6
Tweet
Compartilhar
Ordenar por Mais votados