Informamos que a marca Sharpspring passou a ser chamada de Constant Contact e a marca Sharpspring Brasil agora é Saaspro, representante oficial da Constant Contact no Brasil. Apesar da mudança de marca, reforçamos nosso compromisso de alavancar resultados de nossos clientes através da tecnologia.

Blog

Plataforma de automação de marketing: 12 fatores decisivos para a escolha

4 de novembro de 2019


Está buscando uma solução de automação de marketing e não sabe como escolher? Neste post, mostramos os 12 fatores que devem ser considerados no momento da sua tomada de decisão

 

Antes de tudo, para iniciar o texto, é preciso deixar claro que a automação de marketing é um dos principais fatores que mais levaram as empresas a obterem sucesso com suas estratégias de marketing e vendas nos últimos 5 anos. E não estamos falando apenas de Brasil, mas também de vários países pelo mundo.

Hoje em dia, é impensável realizar o que está previsto em planejamento estratégico sem o apoio de um software que automatize os processos de divulgação, engajamento, conversão, comercial e pós-vendas.

Por outro lado, diante da ampla variedade de opções no mercado, escolher uma plataforma de automação de marketing não é uma tarefa simples. É preciso estar atento a diversos fatores no momento da compra para garantir que o investimento traga o resultado esperado. Dentre os quais, separamos os que consideramos ser os 12 principais.

Confira, a seguir:

 

  1. Visão de curto, médio e longo prazos com automação de marketing

Um grande problema visto pelos clientes é a impossibilidade de ver os resultados que se pode ser obtido de curto prazo com automação de marketing. Com isso, ficam resistentes à contratação de um software especializado.

A abordagem, entretanto, deve ser diferente. Procure o viés de mostrar quais os pequenos resultados que se obtém em curto, médio e longo prazos. É possível, por exemplo, rapidamente, melhorar processos na implementação da automação no dia a dia – o que já pode gerar corte de custos. Ações de mídia paga e redes sociais também beneficiam as primeiras conversões. Basta configurar essas iniciativas dentro da ferramenta.

Pensando no médio e longo prazos, os conteúdos trabalhados dentro do software de automação, integrando marketing e vendas, mostrarão a visão completa da estratégia para o tomador de decisão, que pode ser: um cliente, um gestor, um parceiro, um investidor etc.

Leia mais: Quais os clientes com perfil para contratar Inbound Marketing

 

 

  1. A busca de lucro com a automação das áreas de marketing e vendas

Uma das vantagens quando se implementa, corretamente (vale frisar isso), uma solução de automação é a possibilidade de desenhar todo o processo de conversão desde o primeiro contato com o lead até o fechamento da venda. Para isso, é preciso prever todos os conteúdos que a persona terá acesso e determinar os pesos e pontuação. Chamamos de: Lead Scoring.

Leia mais: Ebook Lead Scoring – Como criar o sistema para seus clientes fecharem mais negócios

A partir de uma estratégia bem aplicada, proporcionalmente, o ganho em otimização das atividades e a facilidade para interpretar os resultados se darão mais naturalmente. Isso proporcionará que o negócio obtenha lucros de forma fluida.

 

  1. Gama de funcionalidades e em constante evolução

As melhores plataformas de automação de marketing possuem recursos que geram resultados de fato. Verifique se todos esses recursos estão todos disponíveis nas opções que você está avaliando. Em muitos casos, estão restritos e você não se deu conta no momento da contratação.

Alguns exemplos que você pode verificar são: 

  • e-mail marketing, 
  • construtor de landing pages, 
  • gerenciador de campanhas, 
  • lead scoring, 
  • segmentação avançada, 
  • advanced analytics,
  • relatórios automatizados,
  • CRM nativo,
  • entre outros.

Leia mais: Recursos e ferramentas do marketing digital

 

  1. Flexibilidade no contrato

O mercado, como um todo, é dinâmico. Em um momento, você pode estar fazendo mil ações de marketing e buscando ampliar as vendas. De repente, por diversos fatores que possa vir a acontecer, a verba pode não existir mais. E você, que tem a responsabilidade de pagar a assinatura de um software fica com o problema na mão.

Na hora de contratar um software, fique atento para não ficar preso em um contrato de 6, 12, 18 ou 24 meses pois mudanças podem acontecer. A dica é buscar soluções com contratos flexíveis que tenham possibilidade de cancelar entre 30 e 60 dias.

 

  1. Transparência nas taxas e recursos

Entenda quais são as funcionalidades, recursos e serviços que estão inclusos no pacote, e se eles são suficientes para atender às suas necessidades. Caso negativo, pesquise o quanto mais você teria que investir para ter recursos extras. 

Exemplo: você tem uma base de mais de 5.000 contatos. Será que o plano que está contratando permite a automação de e-mail para esse volume? Você precisa certificar se no preço estão incluídas todas as demandas do seu negócio.

 

  1. Suporte sem custo adicional

Ao lidar com tecnologia, nem sempre as coisas fluem como planejado. Por isso, você precisa saber que pode contar com o suporte do fornecedor dentro de um período razoavelmente rápido e sem custo. Questione o provedor sobre o tempo de resposta e os tipos de suportes oferecidos. Além disso, confira qual a quantidade de contatos você pode ser atendido pelo suporte.

 

  1. Atendimento voltado para o seu sucesso

Não tenha receio de admitir que não sabe tudo o que um software de automação de marketing e vendas pode proporcionar o seu negócio. Tendo em vista isso, verifique se, após o início da contratação, você terá um profissional especializado na ferramenta e que, também, trará ideias que farão diferença para o seu negócio.

Um consultor de sucesso tem como missão acompanhar toda a sua trajetória e mostrar qual o melhor caminho para se obter os resultados esperados.

Leia mais: Como a automação de marketing pode facilitar o Customer Success

 

  1. Relatórios que sejam adequados para a realidade do seu negócio

Peça para ver uma amostra dos relatórios gerados pela plataforma e verifique se o modelo é compatível ou pode ser ajustado para a sua realidade. Lembre-se: você precisa ter fácil acesso aos reports que mostrará aos seus clientes, e esses documentos necessitam provar o resultado das suas ações. O melhor cenário é criar alertas periódicos para avisar o atingimento ou não das metas pré-estipuladas.

Leia mais: Como trabalhar com os relatórios de marketing digital

 

  1. Determine qual o tempo para o ROI

Como já dito neste texto, saber quando e como uma solução de automação trás resultados é um dos maiores desafios. Geralmente, o decisor não leva em consideração uma questão básica mas fundamental: “em quanto tempo quero obter retorno sobre o meu investimento?”.

Faça um planejamento financeiro, por exemplo, para os próximos meses considerando os valores a serem investidos com a automação do marketing e vendas. Paralelamente, faça a projeção dos resultados comerciais que se pretende obter. Exemplos: novos leads qualificados, novas oportunidades, novas propostas enviadas, novos clientes, upsellings (aumento de contratações), renovações etc.

Após esse exercício, faça a conta do ROI (retorno sobre o investimento).

Leia mais: O que é Retorno sobre o investimento (ROI), como calculá-lo e exemplos práticos para aplicar no seu negócio

 

  1. Avaliação dos usuários

Uma das maiores contribuições que a web trouxe para os modelos de negócios é a contribuição de seus clientes. Desde reclamações, sugestões de pequenas melhorias, ideias de evoluções e avaliação da qualidade dos softwares.

Para descobrir se o produto é realmente qualificado, busque a opinião dos consumidores. Será que a plataforma que você está buscando é bem avaliada pelos usuários? Procure esses reviews nos sites e redes sociais do fornecedor.

Veja um exemplo: Kmaleon – Avaliação dos usuários sobre a SharpSpring

 

  1. Integração com outras ferramentas do mercado

Ao utilizar a plataforma de automação, você com certeza sentirá necessidade de integrá-la a outras ferramentas do dia a dia. Quem já trabalha na área de marketing, há alguns anos, sabe que softwares precisam de softwares para se complementar. Nenhuma solução é completa, mas não por deficiência em si mas por causa das especificidades das empresas. Cada uma delas têm as suas regras de negócios.

Ao tomar a decisão, verifique como é feito o processo de integração com outras ferramentas para já prever possíveis dificuldades e desafios de desenvolvimento. Busque a opção que integre, facilmente, com as principais soluções do mercado, isso facilitará muito o seu trabalho.

Leia mais: Como a integração de ferramentas impulsiona resultados e processos

 

  1. Possibilidade de escalar a plataforma de acordo com o seu crescimento

Alguns provedores oferecem apenas soluções fechadas, que te obrigam a permanecer na ferramenta. Por exemplo, se a empresa também possuir um CRM, ela pode te solicitar a usar apenas o CRM dela. 

Você não quer isso, certo? Você precisa da possibilidade de crescer junto com a plataforma, mas também fora dela, utilizando outras soluções de destaque no mercado caso deseje. Então, fique atento!

Outro benefício também é o que se chama de “white label”, ou seja, a possibilidade de personalizar o software com a sua identidade visual. Isso lhe trás a possibilidade de ir além da sua visão inicial e oferecer para o seu mercado as opções que esse software já tem nativamente. 

 

Extra:

Demonstração grátis

A SharpSpring é referência no mercado de automação de marketing e atende todos esses pontos. Solicite uma demonstração e veja como a nossa plataforma funciona na prática!

Quer ficar por dentro das novidades do nosso blog? Assine nossa newsletter.